quinta-feira, 8 de maio de 2014

NÃO DÊ OUVIDOS A CORRETORES OU ANALISTAS









Warren Buffett acredita que qualquer pessoa é capaz de investir com sucesso sem depender de corretores, especialistas do mercado de ações ou qualquer outro profissional. E Buffett ainda vai mais longe. De modo geral, acredita que esses supostos especialistas não acrescentam nada. Você pode fazer melhor sozinho tudo o que eles alegam fazer.




Por motivos óbvios, os investidores profissionais querem que você pense de outra maneira. Eles fomentam a crença de que investir no mercado acionário é algo complicado demais para uma pessoa comum porque isso é bom para os negócios deles. O que iriam fazer se o investidor leigo decidisse que eles não acrescentam nada?




Talvez seja difícil acreditar que todos esses especialistas que aparecem na TV e no rádio no fundo não agregam valor. Mas pense em como eles ganham a vida e nos incentivos financeiros que governam seu comportamento.



Infomoney - Site mantido pela XP Corretora 


Os peritos em finanças muitas vezes são vendedores que promovem produtos de investimento dos quais extraem seus ganhos financeiros. A renda de um corretor costuma se basear na atividade: comissões obtidas por meio da compra e venda de ações.





Assim, se os clientes mantiverem as ações paradas por muito tempo – um preceito central da filosofia de Buffett –, os corretores não vão ganhar nada. A atividade muitas vezes é uma de suas principais preocupações. Eles são pagos com base no número de transações que um investidor realiza, independentemente de serem lances inteligentes ou imprudentes.






Ao ser abordado por um especialista em investimentos, pergunte: “O que você está ganhando com isso?” Se a resposta não for satisfatória, caia fora.




Ao adotar as idéias simples e comprovadas de Buffett, você poderá dispensar os programas de computador para escolha de ações e os serviços profissionais de corretores, autoridades da Bolsa, previsores do mercado e outras pessoas que se autodenominam especialistas. Você será capaz de tomar suas próprias decisões de investimento. Segundo Buffett, no geral, um profissional agrega mais valor do que um leigo pode esperar conseguir por si só.  Mas ele diz que esse não é o caso quando se trata da administração de recursos pessoais. Por quê? A maioria dos profissionais ignora a filosofia básica de Buffett e, em seu lugar, adota práticas de investimento complexas e de utilidade dúbia. Isso se deve ao fato de que essas pessoas possuem uma formação acadêmica extensa (e cara) que lhes forneceu todo tipo de ferramenta e técnica exótica. É como no velho ditado: dê um martelo a uma criança e tudo vai parecer um prego.

Os profissionais financeiros, em sua maioria, acreditam em suas fórmulas e práticas, cujo domínio lhes demandou um trabalho longo e árduo. Infelizmente, muitos deles continuam a ignorar a prática do investimento em valor (value investing), a técnica que foi introduzida há meio século por Benjamin Graham e David Dodd por meio do livro Security Analisys (Análise de valores mobiliários) e que é divulgada há quase quatro décadas por Warren Buffett. O investimento em valor consiste principalmente em tirar proveito das discrepâncias entre preço e valor no mercado acionário: o mesmo que buscar notas de 1 real que estejam sendo vendidas a 40 centavos.




Torne-se um adepto do investimento em valor. Está provado que essa é uma técnica muito compensadora a longo prazo.

Assim como Buffett, você pode ganhar dinheiro com o investimento em valor. Os profissionais financeiros que você ignorar, por sua vez, não vão ganhar dinheiro, pelo menos não à sua custa. Deve ter sido por isso que, apesar dos êxitos óbvios de Buffett, não houve uma debandada visível para adotar seus princípios. Existem interesses demais empurrando os investidores na direção oposta.

Seguindo o modelo de Buffett, meu conselho é: invista em valor. Seus “mandamentos” são tudo de que você precisa para se tornar confiante e independente e formarão a base que lhe permitirá assumir o controle do seu futuro financeiro. Para começar, tenha estes preceitos em mente:

1 - Adquira um conhecimento básico de contabilidade e dos mercados financeiros. Para tomar suas próprias decisões de investimento, você vai precisar aprender os princípios básicos da contabilidade e das negociações no mercado acionário. Comece lendo revistas e periódicos financeiros, além de tudo o que encontrar sobre Benjamin Graham, Philip Fisher, Warren Buffett e Charlie Munger.




2 - Aproxime-se de consultores financeiros, corretores e especialistas com uma dose saudável de ceticismo. Uma vez que tenha aprendido os princípios fundamentais do investimento, não se deixe levar por “gurus” do mercado. A maioria deles tem interesses ou objetivos próprios que não necessariamente colocam o seu bem-estar financeiro em primeiro lugar.




3 - Lembre-se de que ninguém tem um histórico de investimento melhor do que Buffett. Ao tentar entender o mercado acionário, dê ouvidos à pessoa que está ganhando mais.




A compreensão das idéias e práticas de Buffett vai lhe proporcionar um código de conduta que você poderá seguir sozinho, sem precisar dos serviços de um profissional.











Nenhum comentário:

Postar um comentário