quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

DICAS PARA GASTAR MENOS - CONHEÇA SEU ORÇAMENTO













Quanto você ganha a mais (ou a menos) do que gasta?  Em outras palavras, quanto você tem disponível para gastar?

Quanto você deve - em contas que não pode pagar, empréstimos ou compras parceladas no cartão de crédito?

Quanto do seu orçamento vai para as despesas domésticas?  Quanto vai para despesas fixas e quais elas são?

Quanto é investido nas crianças, de sapatos novos a aulas de natação?

E quanto a roupas, férias, despesas com o carro, decoração, jardinagem, compras de Natal, vida social, hobbies?

Para onde vai o restante?

Veja, se você quiser mesmo reduzir os gastos precisa saber exatamente o que gasta hoje, o que está acontecendo e quanto sobra - ou falta -  no final do mês.  É claro que é possível conseguir guardar um pouco de dinheiro aqui e ali, mas sem uma compreensão clara do seu orçamento é simplesmente impossível identificar os gastos dispensáveis, onde é preciso economizar mais, quais são os gastos realmente necessários e assim por diante.


Então, sente-se com a boa e velha dupla caneta e papel e calcule o que entra e o que sai e para onde vai o dinheiro.  Poso afirmar que, feito isso, você já se sentirá melhor apenas por ter as respostas para todas aquelas perguntas.















quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

NUNCA FAÇA DOAÇÕES










NÃO SEJA INGÊNUO








Nunca faça doação, nem para ONGs.  Se alguém vier te pedir alguma coisa diga: " - A Dilma já leva grande parte do que eu ganho em impostos, vá pedir a ela ".











sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

CARTEIRA ATUALIZADA DO INVESTIDOR EM VALOR


















HOJE  FORAM  FEITOS  APORTES  EM  KNRI11  E  SDIL11. VEJAM COMO FICOU A CARTEIRA:


AÇÕES:






FIIs:






PATRIMÔNIO CONSOLIDADO:














quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

DICAS PARA GASTAR MENOS - ECONOMIZE TEMPO














Percebi algo engraçado: as pessoas que conseguem ser felizes com menos dinheiro tendem a ter mais tempo.  Acho que porque normalmente gastamos dinheiro para economizar tempo – com táxis e comida pronta, por exemplo.  Portanto, se não é necessário poupar tempo, não será preciso gastar dinheiro.

Aqueles que têm menos tempo andam de carro em lugar de andar a pé, nunca preparam a própria comida, contratam faxineiras e babás, têm automóveis caros e os levam à oficina mecânica para consertar qualquer probleminha.

Assim, se você conseguir encontrar maneiras de liberar um pouco de tempo (e sim, antes que você faça as contas, eu sei que é difícil), será possível usar essa folga para reduzir algumas despesas.  Pode ser que odeie algumas opções, mas outras podem ser divertidas.  Pessoalmente prefiro dirigir a caminhar mais de 5 quilômetros, exceto quando passeio com o cachorro.  Por outro lado, gosto de aguar o jardim e de ficar com as crianças.


O mais importante é entender a equação menos tempo = menos dinheiro, portanto, quanto mais tempo for gasto de diversas formas, mais cara a vida tende a se tornar.














quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

DICAS PARA GASTAR MENOS - LEMBRE-SE: O COPO ESTÁ MEIO CHEIO













É terrível ter que gastar menos.  Tudo aquilo que precisa deixar de lado, que costumava poder comprar.  A tendência é sentir-se mal, não é verdade?

Não, não é verdade.  Vamos lá, saia dessa.  Há coisas piores na vida e há pessoas vivendo em condições muito piores.  Você só precisa adotar uma abordagem mais positiva.  Não pense “eu não posso comprar isso”, pense “eu posso comprar aquilo”.

Tente encontrar uma maneira positiva de ver as coisas – faça disso um jogo , se quiser.  Em vez de pensar que algo está fora do seu alcance, pense “se eu economizar um pouco, poderei comprar aquilo”.  Tudo bem, pode ser preciso economizar durante meses ou anos.  Mas pode ser que você não precise do seu objeto de desejo tanto assim, o que também é positivo: “Eu não preciso daquilo, há coisas melhores em que posso gastar o meu dinheiro”.

Se você está infeliz, é porque quer.  Não fique se lamentando.  Você pode escolher ficar feliz com a mesma facilidade, mesmo tendo que gastar menos.  É necessário um pouco de prática, mas fica mais fácil com o tempo e é possível aprender a se divertir sem dinheiro.  Sim, de verdade.










LIÇÕES DE UM MERCADO EM BAIXA














TIRE ESSA DA CARTOLA NA PRÓXIMA VEZ EM QUE VIR A BOLSA CAINDO



Quando a bolsa despencou em 2008, todos nós passamos muito tempo contemplando seus movimentos mais absurdos.  A maioria das nossas conclusões, e o conhecimento por detrás delas, já havia sido aprendida no estouro da bolha de 2001.  Infelizmente, tudo isso havia sido esquecido, e a maioria dos conhecimentos recém-adquiridos veio tarde demais para evitar o desastre que a bolsa já tinha nos incutido.


Portanto, para o bem daqueles que se esqueceram e que vão se esquecer de novo, ou para aqueles que não se incutiram de todo o conhecimento, aqui vai uma série de mantras que vocês podem utilizar, quando a bolsa cair de vez.

1. Dinheiro se ganha quando a bolsa está subindo.
2. Quando a bolsa está caindo, é hora de não perder dinheiro.
3. Ninguém nunca diz que é para vender.
4. Vender e conquistar lucros ou prejuízos é uma coisa que você vai ter que decidir sozinho e fazer sozinho.
5. É muito difícil sair de um fundo administrado.
6. A alavancagem aumenta seus lucros e prejuízos.
7. O mercado sempre está certo.
8. Ouça o mercado.
9. Imponha um limite de perda.  Imponha um limite de perda.  Imponha um limite de perda.
10. Não perca dinheiro.  Não perca dinheiro.  Não perca dinheiro.
11. O capital é mais importante que o rendimento.
12. Retornos relativos são irrelevantes.
13. Se a gente voltar ao “normal”, já é uma grande coisa.
14. Quando se vir socando o ar de felicidade... venda.
15. Você não é Warren Buffett.  Só aqueles que não precisam se preocupar com as prestações da casa própria, com a escola dos filhos e com a aposentadoria podem se dar ao luxo de, com a bolsa caindo, pensar no valor que as ações vão ter daqui há 40 anos.  Todos os outros devem vender.  Os investimentos de longo prazo geram falsas crenças, falta de ação e uma preguiça muito cara.
16. Os corretores têm uma propensão de serem otimistas até o fim dos tempos.
17. Apesar de todas as ressalvas, as pesquisas das corretoras costumam ser favoráveis às empresas.
18. Os preços das ações guiam a maioria dos analistas e todos os economistas.
19. Premissas estão na base de todas as pesquisas.
20. O fato de você não vender não quer dizer que você não tenha tido prejuízo (Vide os últimos 10 anos de PETR3, VALE3, USIM3, ELPL3)

Finalmente, e apesar de toda a teoria financeira, muito popular e conveniente, de que não se pode “marcar” o mercado, o timing é tudo.  Para ser bem sincero, se o setor de corretagem full service algum dia quiser se diferenciar da corretagem pela internet e justificar sua existência para seus clientes principais, ela tem que oferecer isso:  conselhos corretos sobre timing.  Seria uma grande coisa.


É claro que é muito mais fácil quando a bolsa sobe, em vez de cair.  Nada como um lucrinho fácil para encobrir um monte de pecados. 












terça-feira, 2 de dezembro de 2014

CARTEIRA ATUALIZADA DO INVESTIDOR EM VALOR













HOJE FOI DIA DE APORTES.   VEJAM COMO FICOU A CARTEIRA DO INVESTIDOR EM VALOR:



AÇÕES:







FIIS:





PATRIMÔNIO CONSOLIDADO:












DICAS PARA GASTAR MENOS - DIRECIONE O SEU PRAZER PARA OUTRA DIREÇÃO












A técnica do desvio de atenção funciona perfeitamente bem com as crianças, mas ela também pode funcionar com adultos.  Bem, nós somos apenas crianças crescidas, não é verdade?  Se você se sente bem gastando dinheiro, talvez deva encontrar outra coisa que lhe dê a mesma sensação.  Quando sentir o desejo de consumir crescendo, vá correr, tome um longo banho de espuma, chame o seu parceiro para curtirem a cama ou faça qualquer outra coisa que funcione para você.

Alguns desvios de atenção estão fora de questão, é claro – fazer apostas na internet, terapias caras ou qualquer coisa que envolva mais gastos.  Da mesma forma, você não deve criar problemas de proporções equivalentes, fumando, bebendo excessivamente ou comendo demais.  Apesar disso, são muitas opções.

É possível aprender a reconhecer o que leva às compras – você fica mais propenso a gastar além da conta quando está deprimido, animado ou com raiva?  Assim que começar a entender os truques da sua mente, será capaz de reconhecer os sinais de alerta e tomar uma atitude de precaução.


Devo ainda acrescentar que este post não tem a intenção de ajudar pessoas com compulsão por compras; não sou qualificado para ajudar essas pessoas que precisam de acompanhamento profissional.  Ou pelo menos de livros que tenham como objetivo ajudá-las.













domingo, 30 de novembro de 2014

DISCURSO INDIRETO











O discurso indireto está em toda a parte, na nossa vida doméstica, profissional e na bolsa de valores.  Aqui vão alguns exemplos:

Papo de Corretor:

“Alô, há quanto tempo que eu não falo com você.” – Eu disquei o número errado.

“Eu te ligo.” – Não ligue para mim.

“Pode deixar que eu te ligo.” – Provavelmente eu nunca mais vou falar com você.

“Vou te ligar daqui há pouquinho.” – Você é meu maior cliente e eu vou te ligar imediatamente.

“Hora de realizar os lucros.” – Eu ainda não fiz nenhuma operação hoje.

“Nunca se está errado ao obter um lucro.” – A culpa não é minha se a ação continuar subindo.

“Ele é um grande analista.” – A última ação recomendada subiu.

“Eu disse que era para comprar.” – Era uma boa idéia, mas na época, eu não sabia.

“Tudo vai dar certo a longo prazo.” – Foi uma péssima recomendação a curto prazo.

“O mercado está parado.” – Acabei de almoçar e não faço a menor idéia do que está acontecendo.




“A administração da empresa é que mentiu para a gente.” – A culpa não é minha.

“Compre na baixa e venda na alta.” – Não tive nenhum treinamento em finanças.

“Que bela recomendação!” – Nessa, nós demos uma sorte danada.

“Posso te passar para um colega meu?” – Você está parecendo ser um pé no saco.

“Compra de alto risco.” – Nós não somos responsáveis pelos prejuízos que você tiver ao comprar esta ação, sob nossa própria recomendação.




Papo de Cliente:

“Eu nunca negociei opções na vida, mas tenho que fazer uma operação hoje.” – Estou com alguma informação confidencial.

“Eu pensei que devia dar uma ligada.” – Por que você já não me liga há dois meses?

“Eu opero à la Warren Buffett.” – Não tenho a menor idéia de como funciona uma Bolsa de Valores.

“Qual a boa?” – Não passo de um idiota.

“Sou um operador muito experiente.” – Faz seis meses que eu opero na internet.

“Qual é a corretagem de vocês?” – Eu estou tentando negociar pela internet e estou perdendo dinheiro.

“Sou um peixe grande.” – Eu gostaria de alugar as ações da corretora para fazer algumas operações.

“Meu pai é muito rico.” – Eu tenho R$3.000, mas gostaria de fazer operações de R$200.000.

“Estou procurando uma corretora nova.” – Estou devendo dinheiro à minha antiga corretora.











DICAS PARA GASTAR MENOS - VOCÊ PRECISA QUERER












Esta é provavelmente a parte mais delicada quando o assunto é economizar.  É claro que se está lendo este post, você gostaria de ter mais dinheiro ou de vê-lo desaparecer menos rapidamente.  E talvez a única forma de fazer isto acontecer seja gastando menos.  Mas para que isso aconteça é preciso fazer a transição do “desejar querer” para o realmente “querer” gastar menos.  Sei que pode parecer confuso, mas isso é importante e não conheço outra forma de explicar.  É preciso querer, de verdade, gastar menos.  Em outras palavras, o que era uma boa idéia na teoria deve se transformar em um desejo muito forte com o qual é necessário se comprometer de corpo e alma.

Deixe-me dar um exemplo.  Tenho uma amiga que está em uma situação financeira difícil.  Suas dívidas de cartão de crédito são enormes e ela luta para pagar as contas.  E diz que quer desesperadamente diminuir os gastos.  No mês passado, no entanto, ela foi à Nova York para o casamento de uma amiga e comprou um vestido de R$ 1.500 para usar na festa.

Vejo que a minha amiga deseja querer gastar menos.  Mas se ela realmente quisesse isso do fundo do coração, não teria comprado o vestido e provavelmente não teria ido ao casamento.


Se você está na mesma situação, infelizmente não posso usar uma varinha de condão, mas posso dizer que é preciso encontrar a motivação para realmente para realmente querer reduzir os gastos. Onde encontrará essa motivação depende de você – pode ser o ultimato da companhia de energia, uma carta intimando-o a visitar o gerente do banco, a ameaça do seu cônjuge de deixa-lo ou algo mais positivo, como a expectativa do que fará para comemorar quando conseguir juntar algum dinheiro ou de como se sentirá quando as dívidas começarem a desaparecer.  Mas enquanto você procura por formas eficientes de economizar, é preciso buscar a motivação para adotá-las com ainda mais afinco.












sábado, 22 de novembro de 2014

CARTEIRA ATUALIZADA DO INVESTIDOR EM VALOR














VEJAM COMO FICOU A CARTEIRA DO INVESTIDOR EM VALOR APÓS AS MODIFICAÇÕES REALIZADAS:




AÇÕES:








FIIs: 





PATRIMÔNIO CONSOLIDADO:














quinta-feira, 13 de novembro de 2014

TABELA FÓRMULA DE NEFF - RANKING ATUALIZADO















Aí vai o Novo Ranking Atualizado das boas empresas pela Fórmula de Neff.  A Fórmula de Neff foi explicada em um post anterior (LINK para acessar).